sexta-feira, 3 de junho de 2011

Merval na ABL é agressão à memória de Machado de Assis

O bruxo do Cosme Velho, expoente máximo da literatura brasileira, deve estar se revirando no túmulo. A eleição do "colonista" de O Globo, Merval Pereira, para a casa fundada por Machado de Assis, em substituição a um intelectual do porte de um  Moacyr Sciliar, soa como um deboche, uma afronta à inteligência alheia.
É verdade que há muito a escolha dos imortais não obedece a critérios clássicos de produção literária e intelectual, se curvando a arranjos políticos e conveniências empresariais. As cadeiras ocupadas por Roberto Marinho e José Sarney são exemplos emblemáticos desta inflexão.

Contudo, ao escolherem Merval, os imortais foram longe demais. Como pode integrar uma outrora respeitável instituição cultural do país um jornalista que usa sua pena exlclusivamente para servir ao neoliberalismo mais tacanho e antipovo ? No espaço privilegiado que ocupa no jornal da família Marinho, Merval destila ódio contra tudo que é de interesse popular e tem a ver com a soberania do país.

Cotas para negros e alunos egressos da escola pública ? Merval é contra. Bolsa família para os famintos ? Merval é contra. Aumento de gastos públicos com saúde, educação, saneamento, habitação, etc ? Merval é contra. Política externa soberana ? Merval é contra. Todos os que conseguem conter as naúseas e passam os olhos na sua coluna sabem do que estou falando.

Mais triste ainda foi acompanhar o oba oba dos vestutos senhores e senhoras da academia  em comemoração à eleição de Merval. Suas declarações mereciam figurar no Febeapa ( Festival de Besteiras que Asssola o País) do saudoso Stanislaw Ponte Preta ( Sérgio Porto) :

"Além de ser um bom escritor, Merval tem o mérito de ter um sentimento do mundo, que lhe permite fazer análises amplas." ( Marcos Vinícus Vilaça, presidente da ABL)
" Já passaram pela ABL nomes como Barbosa Lima Sobrinho e Austregésilo de Athayde, e Merval está no mesmo nível deles." ( Arnaldo Niskier)
"Merval Pereira é um grande comentarista político, que faz reflexões profundas sobre o Brasil e tem embasamento intelectual para isso." ( Ana Maria Machado)

8 comentários:

  1. Se já era chato, imagina agora como imortal da ABL...

    Parabéns pelo blog!

    Sugiro que vc conheça o lobotomiaecomunicacao.blogspot.com

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Seu artigo é oportuno na medida em que está em curso um movimento para dar posse simbólica à Lima Barreto, na ABL, na mesma data em que Merval tomará posse. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  3. A sua análise é bastante oportuna, num momento em que está em curso um movimento para dar posse simbolicamente Lima Barreto à ABL, justamente na data em que Merval será empossado. Vou divulgar o seu artigo, tudo bem? Parabéns, pelo blog.

    ResponderExcluir
  4. Realmente comparar a eleição de Merdalhal na tradição de grandes jornalistas que a ABL abrigou é uma afronta... assim que morrer alguém, podemos indicar o casal Bonner/Bernardes.

    Estamos organizando um ato cultural para o dia da posse deste cidadão: elegeremos e daremos "posse" a Lima Barreto na cadeira 31... na rua, claro...

    Abraçao, Flavinho Aniceto.

    ResponderExcluir
  5. Eh nobre amigo... E assim caminha a humanidade!
    Maravilha de texto. Uma pena ter qeu gastar seu tempo com assuntos como esse, mas se o que nos oferecem, temos que gritar sim, e: "Vamos a luta"!

    Grande abraço

    Alessandro Brito

    ResponderExcluir
  6. Barbosa Lima Sobrinho e Austregésilmo Athayde no mesmo nível do Merval ??? Ainda bem que os 2 jovens senhores não viveram pra ouvir isso ...

    ResponderExcluir
  7. Ary Follain Junior10 de junho de 2011 11:22

    Grande Bepara !

    Parabéns. Longa e saudável vida ao blog!

    Quanto à presença do Merval na ABL, não consigo ver com a mesma estranheza. Afinal, é a mesma Academia da qual, por uma ou outra razão, não foram membros Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Clarice Lispector, Lima Barreto, Monteiro Lobato, Erico Verissimo, Jorge de Lima, Gerardo Melo Mourão, Antônio Cândido de Mello e Sousa, Autran Dourado, Rubem Fonseca e Ferreira Gullar, mas que elegeu José Sarney, Ivo Pitanguy, Paulo Coelho, Lauro Müller, Getúlio Vargas e Santos-Dumont.

    Saudações alvinegras e um forte abraço,

    ResponderExcluir
  8. Bepe,

    "Suas declarações mereciam figurar no Febeapa ( Festival de Besteiras que Asssola o País) do saudoso Stanislaw Ponte Preta ( Sérgio Porto)"

    Sérgio Porto não daria chance a tamanha mediocridade.

    Parabéns mais uma vez pelo blog.

    ResponderExcluir